Prevenção da Hérnia de Disco Lombar






Algumas pessoas que têm hérnia de disco não têm sintomas. Outras, entretanto, podem apresentar formigamento, falta de sensibilidade e dores de leves a muito fortes, que por vezes podem se tornar incapacitantes.

A hérnia de disco, dependendo do seu grau, pode ser assintomática. Esse é um dado muito importante, pois atualmente realiza-se muitos exames de imagem como Ressonâncias e Tomografias, e é muito comum a presença de hérnias de disco que não são diretamente responsáveis pelos sintomas do paciente.

Caso você apresente algum dos sintomas citados abaixo, procure um médico especializado em coluna:

  • Dor na coluna há mais de três meses;
  • Dor nas costas durante a noite e piora ao acordar;
  • Dor intensa ao ficar de pé ou andar;
  • Dificuldade em permanecer sentado, mesmo por curtos períodos de tempo;
  • Perda de força em uma perna ou ambas;
  • Dor, dormência ou formigamento nos braços, mãos e dedos;
  • incontinência urinária;
  • Coluna torta quando entra em crise;
  • Dor ao ficar com a perna estendida;
  • Redução do rendimento e desânimo para a realização de atividades rotineiras;
  • Dores de cabeça associadas a dores na região da nuca e que se prolongam para os ombros;
  • Dificuldades para se locomover ou levantar algum objeto.

Como prevenir

Mudanças no estilo de vida são indispensáveis para evitar o surgimento da hérnia de disco. Dentre as orientações, podemos destacar:

  • Praticar atividades físicas sob orientação profissional para, sobretudo, fortalecer a musculatura de sustentação da coluna, tornando-a mais resistente aos possíveis impactos;
  • Adotar uma dieta saudável para controlar o peso corporal e prevenir que a coluna sofra com as sobrecargas;
  • Não carregar excesso de peso no dia-a-dia ou no trabalho;
  • Uso do salto deve ser moderado;
  • Praticar exercícios de alongamento;
  • Manter uma postura adequada em todas as situações;
  • Fuja do sedentarismo e faça escolhas como: subir e descer escadas ao invés de usar o elevador ou a escada rolante, deixar o carro na garagem para percorrer pequenas distâncias, levantar a cada meia hora e caminhar um pouco no ambiente de trabalho– isto ajuda a evitar as dores, descer uma parada antes no ponto de ônibus e fazer o restante do trajeto a pé, executar tarefas domésticas como: fazer faxina, levar o cachorro para passear e arrumar a cama colaboram para colocar o corpo em movimento;
  • Fazer uso de órteses que estabilizem a região lombar.
O desequilíbrio muscoesquelético da coluna não permite uma estabilização de nosso corpo causando problemas na distribuição das forças, pesos e gestos em nosso dia-a-dia, sendo o principal fator causador da hérnia de disco. Evite isso!

DICA PARA PROFISSIONAIS:

Tenha grandes resultados como tratamento de Fisioterapia na Hérnia de Disco Lombar. Esse curso é sensacional. Saiba mais sobre o Curso Aprenda a Tratar Lombalgias.

Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

Nenhum comentário