Entenda o processo de eliminação de toxinas do organismo




Destoxificação é qualquer processo realizado no organismo que tenha
como objetivo a eliminação ou redução da atividade de xenobióticos
(substância química ou molécula estranha ao organismo, originada pelo
próprio organismo, ou pela exposição a fatores externos, como
poluição, toxinas ambientais, corantes, conservantes, agrotóxicos,
migrantes de embalagem, medicamentos, produtos químicos domésticos,
etc.).

As principais formas de contato com estas toxinas se dão através da
pele, respiração e pelo trato gastrintestinal, e a eliminação das
toxinas se dão principalmente pela urina e fezes (bile que é liberada
no intestino). Como reações ao excesso de xenobióticos é possível o
aparecimento de irritação e/ou reações danosas no organismo, como
efeitos mutagênicos, carcinógenos e imunotóxicos, com sobrecarga a
funções bioquímicas, redução da vitalidade e maior consumo de reservas
hepáticas de nutrientes, sendo, portanto, um fator de risco para
deficiências nutricionais.

Dentre os contaminantes ambientais e alimentares frequentemente
encontrados, pode-se citar:

HIDROCARBONETOS AROMÁTICOS POLICÍCLICOS:
Fonte: Queima de carvão, madeira, lixo, tabaco, derivados do petróleo
e alimentos.
Relacionado com: Câncer; alterações hepáticas, tireoidianas.

DIOXINAS
Fonte: Incineração de lixo; queima de carvão e tabaco, pneus,
combustão de gasolina.
Relacionado com: Câncer; alterações hormonais, sistema imune e de
enzimas hepáticas.

PESTICIDAS ORGANOFOSFORADOS E CARBAMATOS
Fonte: Inseticidas, herbicidas, acaricidas, nematicidas, fungicidas.
Relacionado com: Diminuição da atividade da tireoide e da Taxa
Metabólica Basal (gasto energético).

PESTICIDAS ORGANOCLORADOS
Fonte: Amplamente usados em agricultura (a maioria é atualmente
proibida), mas ainda é encontrada no ambiente, pois tem alta
persistência ambiental.
Relacionado com: Alterações nos sistemas hematopoiético e nervoso; no
fígado, rins e miocárdio; altera atividade androgênica e estrogênica.

CHUMBO
Fonte: Atividades industriais (manufatura de aço, produção de tinta e
solvente, cerâmica); incineradores, gasolina.
Relacionado com: Alterações sistema imune, anemia; potencial carcinogênico.

MERCÚRIO
Fonte: Combustíveis fósseis (petróleo, carvão), fungicidas e
inseticidas. Também em peixes grandes encontrados no mar contaminado.
Relacionado com: Potencial nefrotóxico e neurotóxico.

ARSÊNICO
Fonte: Fumaça de automóveis, herbicidas, inseticidas.
Relacionado com: Câncer, leucopenia, hemólise, insuficiência pulmonar,
alterações neuromusculares.

CÁDMIO
Fonte: Atividades metalúrgicas, fumaça de automóveis, fertilizantes.
Relacionado com: Alterações sistema respiratório, anemia, neoplasias,
hipertensão.

Como é possível perceber, pode-se diminuir a exposição, utilizando
alimentos sem conservantes, corantes, alimentos orgânicos, além de
armazenar os alimentos em vidros ao invés de deixá-los em contato com
plásticos e alumínio. Entretanto, muitas vezes não está no alcance de
muitos estas modificações ou mesmo mudar para um ambiente com menos
poluição ou que tenha menos queimadas na mata. É neste ponto que uma
alimentação rica em nutrientes é fundamental para conseguir que estes
elementos tóxicos sejam eliminados pelo organismo.

São muitos os nutrientes que fazem esse trabalho. Os nutrientes envolvidos são:

Vitaminas: B1, B2, B3, B12, ácido fólico, C, fosfatidilcolina,
carotenoides, A, E e coenzima Q10

Minerais: Magnésio, Molibdênio, selênio, cobre, zinco, manganês,
fósforo e enxofre.

Outros: Flavonoides, compostos polifenoicos, BCAA, serina, metionina,
taurina, glutamina, glutationa, cisteína e glicina.

Alimentos: alguns possuem componentes fitoquímicos que otimizam a
enzimas destoxificantes, aumentando a metabolização e excreção de
xenobióticos, como: brássicas (couve, couve-de-bruxelas, repolho,
brócolis, rabanete, rúcula), alho, limão, tomate, melancia, goiaba,
alecrim, tomilho, café, cereja, erva-mate.

Portanto, uma alimentação saudável, além de nutrir o organismo, também
auxilia na eliminação de toxinas do organismo, favorecendo, de outras
formas, o equilíbrio e a vitalidade positiva.

Informações cedidas pelo Departamento Científico da VP Consultoria Nutricional.

Tenha um cardápio completo de cinco dias com a proposta de
destoxificação hepática. Além do cardápio, o e-book conta com um anexo
de receitas funcionais de cinco sopas e cinco diferentes sucos para
facilitar o planejamento e adesão ao programa. Clique aqui e saiba
mais.

Comente:

Nenhum comentário