50 doenças que estão relacionadas com o Tabagismo




 



Quem pensa que esse vício afeta apenas o pulmão, está enganado. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 50 doenças estão relacionadas ao uso do tabaco (veja a lista abaixo).

De acordo com a OMS, cerca de dois bilhões de pessoas no mundo são fumantes e, todo ano, mais de cinco milhões de pessoas morrem no mundo por causa do cigarro.

O tabagismo não afeta apenas o fumante, já que a fumaça polui todo o ambiente. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), quem convive 80% do seu tempo com um fumante pode respirar o equivalente a dez cigarros por dia. O problema é ainda maior com as crianças e idosos, que podem sofrer alterações na imunidade, causando problemas respiratórios graves.

O hábito de fumar é considerado a principal causa isolada de adoecimento e mortes precoces em todo mundo.O tabagismo diminui o fluxo de oxigênio, fazendo com que tarefas simples como subir escadas ou tomar banho tornem-se mais difíceis.

Por outro lado, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer, ao largar o tabagismo, o corpo recebe benefícios quase que instantaneamente. Após 20 minutos sem o uso do cigarro, a pressão sanguínea e a pulsação já voltam ao normal. Depois de dois dias, o olfato percebe melhor os cheiros e o paladar sente o melhor sabor da comida. Após cinco a dez anos, o risco de infarto será igual ao das pessoas que nunca fumaram.

Doenças que ocorrem com maior frequência em indivíduos que fumam:

Doença de Alzheimer.
Aneurisma da artéria aorta.
Aneurisma cerebral.
Artrite reumatoide.
Asma brônquica.
AVC (derrame cerebral).
Bromidrose plantar (chulé).
Câncer de bexiga, boca, colo do útero, cólon, esôfago, estômago, laringe, língua, pâncreas,
próstata, pulmão e rim.
Candidíase oral.
Candidíase vaginal.
Catarata.
Celulite.
Degeneração macular.
Diabetes mellitus.
Dismenorreia (cólicas menstruais).
Doença de Crohn.
DPOC – Bronquite e enfisema pulmonar.
Envelhecimento precoce.
Fratura do colo do fêmur.
Gangrena e amputações.
Gastrite.
Glomerulonefrites.
Hemorroidas.
Hérnia de disco.
Hipertensão arterial.
Impotência sexual.
Incontinência urinária.
Infarto do miocárdio.
Infarto fulminante.
Infertilidade.
Insuficiência renal.
Insuficiência venosa e varizes dos membros inferiores.
Laringite.
Lesões odontológicas.
Leucemia.
Mau hálito.
Menopausa precoce.
Neuropatia óptica.
Osteoporose.
Pé diabético.
Perda da audição.
Pneumotórax.
Pneumonia.
Pólipos intestinais.
Psoríase.
Redução do paladar e do olfato.
Rinite alérgica.
Trombose venosa profunda.
Úlceras de estômago.
Úlceras na pele.
Vaginose bacteriana.


Comente:

Nenhum comentário