3 dicas para acelerar a Definição Muscular






A aparência dos músculos está relacionada a uma baixa camada de gordura abaixo da pele.

Para que você consiga melhorar sua definição muscular, precisa manter a massa magra e diminuir o seu percentual de gordura. Parece fácil, mas na prática muitas vezes não é assim. Os fatores alimentares e de treinamento precisam ser adaptados para esta finalidade.

Veja Receitas para Emagrecimento e Definição Muscular

Se a pessoa ganhar músculos sem perder gordura vai desenvolver uma aparência mais inchada, mas para ter definição muscular é preciso promover a perda de gordura.

Quando se pensa em definir o corpo, é mais importante olhar as medidas do que o peso em si. O treino para definição muscular pode fazer a pessoa ganhar peso (de músculos), mesmo perdendo gordura.

Além de cuidar da alimentação, é importante realizar exercícios aeróbicos para transformar a gordura no principal combustível para o corpo.

No treino para definição muscular são acrescentados exercícios aeróbicos como:

  • corrida,
  • natação,
  • caminhada,
  • boxe,
  • futebol
  • dança.

O treinamento aeróbico pode ser realizado logo em seguida ao trabalho de hipertrofia, para potencializar a queima de gordura.

Também pode-se usar um treinamento intervalado ao final do treino de musculação: Fazer um Hiit ou um método Tabata ao final de seu treino de musculação vai potencializar a sua lipólise. Isso porque você está com suas reservas de glicogênio em baixa, já utilizou aminoácidos devido ao treinamento resistido e portanto, o caminho natural é a maior utilização de lipídios como fonte energética.

Você não precisa ficar uma hora na esteira ou n bicicleta, pois com 10 ou 15 minutos, feitos com alternância de intensidade, você vai conseguir um bom aumento no gasto calórico. Além disso, com um  bom treinamento intervalado após seu treino de musculação, você terá seu metabolismo acelerado por mais tempo.

Outra forma de acelerar essa perda é diminuir os intervalos de descanso entre uma série e outra: com menos intervalo de recuperação, você terá uma gasto calórico mais elevado. Lembre-se que nesta fase seu objetivo não é mais ganhar massa muscular, portanto você precisa de estímulos mais metabólicos do que tensionais. Intervalos entre 30 e 45 segundos, em uma grande parte dos casos, são os mais indicados.


Comente:

Nenhum comentário