Saiba mais sobre a Labirintopatia







A labirintopatia abrange todos os problemas relacionados à audição e ao equilíbrio. Há muitas situações clínicas nas quais os sintomas manifestados são vertigem e tontura, tanto isolados como associados a outros sinais.

O labirinto é uma estrutura localizada no ouvido interno, e, juntamente com visão, sistema músculo-esquelético e cérebro, é responsável pelo equilíbrio.

O labirinto informa sobre os deslocamentos do corpo, já os olhos avisam sobre a posição do corpo no espaço.

CURSO ONLINE DE LABIRINTOPATIA

A pele alerta acerca da região do corpo que está em contato com uma superfície. Músculos e articulações, para a posição e movimentos corporais.Todas estas informações são analisadas em áreas específicas do sistema nervoso central, que providenciam correções rápidas de posicionamento do corpo, para garantir o equilíbrio.

O diagnóstico da labirintopatia é feito com base em exames específicos, como audiometria, além da avaliação otorrinolaringológica que também ajuda na identificação da doença. Depois de diagnosticada com a enfermidade, a pessoa deverá conversar com o seu médico sobre os hábitos de vida que precisarão ser readequados.



O tratamento da labirintopatia depende das causas que levaram ao surgimento da doença, incluindo terapia com reabilitação labiríntica e medicamentos chamados vasodilatadores. No geral, essas medicações atuam facilitando a circulação sanguínea. Há também medicamentos que agem no sistema nervoso, denominados labirinto-supressores, e minimizam sintomas desagradáveis como náusea, vômito e mal-estar. Para que o tratamento alcance melhores resultados é importante consultar o médico assim que os primeiros sintomas da doença se manifestem. Uma vez detectada a causa da labirintopatia, dependendo do estágio da enfermidade, é possível tratar e controlar gradativamente os sintomas e até obter a cura plena do problema.

O curso de Labirintopatia  oferece ao participante conhecimentos sobre anatomia e fisiologia do sistema vestibular, avaliação otoneurológica, reabilitação labiríntica e muito mais.



Comente:

Nenhum comentário