Cigarro light aumenta risco de câncer




 

O cigarro light é conhecido por, supostamente, causar menos prejuízos à saúde, já que liberaria menos nicotina e alcatrão – o último é um produto tóxico proveniente da combustão do tabaco. Tudo porque possui pequenos orifícios de ventilação no filtro, o que permitiria a diluição da fumaça. Ocorre que, pelo visto, esses furinhos podem causar ainda mais danos, como aponta uma revisão de estudos da Universidade Estadual de Ohio, nos Estados Unidos.

Ajude alguém a parar de fumar!

Os pesquisadores investigaram o motivo por trás do aumento do número de casos de adenocarcinoma – o tipo mais comum de câncer pulmonar – nos últimos 50 anos. A conclusão é que esse crescimento está relacionado ao uso do cigarro light, o que o torna tão ou mais perigoso do que o comum.

"Os orifícios de ventilação do filtro mudam a forma como o tabaco é queimado, o que produz mais carcinogênicos e permite que a fumaça alcance partes mais profundas dos pulmões, onde os adenocarcinomas ocorrem com mais frequência", explica Peter Shields, que fez parte da pesquisa. Ele ainda diz que essas mudanças foram feitas com o intuito de confundir os fumantes para que eles pensem que o "light" é praticamente inofensivo.



Comente:

Nenhum comentário