Antibióticos x anti-inflamatórios: o uso e a indicação






Há dois tipos de remédios que podem fazer uma certa confusão na cabeça dos pacientes são os antibióticos e os anti-inflamatórios. Porém, eles tem objetivos diferentes e para serem usados de maneira correta precisam ser prescritos por um especialista. O consumo indiscriminado pode causar problemas no futuro.

Mas quais são esses objetivos que os fazem diferentes?

Geralmente, os antibióticos são usados para combater infecções causadas por bactérias, como pneumonia, meningites, faringite, cistite e outras tantas. Existem milhares de tipos distintos de bactérias Por isso, é comum que um antibiótico seja extremamente eficaz contra uma infecção urinária, mas totalmente inofensivo contra uma pneumonia.

Já o anti-inflamatório é utilizado para combater uma reação natural do nosso corpo, a inflamação. Caracterizada por quatro sinais (calor, rubor, dor e inchaço), a inflamação tem várias origens e acontece para proteger o
nosso organismo de algum tipo de agressão (trauma, processos alérgicos, microorganismos dentre outros).



Esse tipo de medicamento diminui os sinais/sintomas indesejáveis da reação de defesa do corpo e têm como características, além de diminuir os sinais de inflamação, o alívio da dor e da febre, que geralmente são causados por esse processo.

É importante saber que uma infecção sempre acarreta uma inflamação, mas uma inflamação nem sempre acarreta uma infecção. Os anti-inflamatórios diminuem os sintomas das inflamações, aliviando a dor e a febre. Já os antibióticos tratam essas inflamações (causada pela infecção) e os anti-inflamatórios para o tratamento de processos inflamatórios.

O uso indiscriminado do antibiótico e do anti-inflamatório podem ser prejudiciais a sua saúde. Enquanto o uso indiscriminado de antibióticos pode levar ao surgimento de bactérias resistentes que são mais difíceis de tratar, o do anti-inflamatório pode trazer inúmeros efeitos colaterais, como problemas renais ou em mucosas.

Procurar um profissional que prescreverá o medicamento adequado para a situação e obedecer a prescrição dos medicamentos, em horários e dosagens ai fazer o tratamento ser um sucesso.



Publieditorial Apoio GSK

Comente:

Nenhum comentário