Percepção do estresse pode aumentar pressão arterial e frequência cardíaca.







Pesquisadores europeus afirmam que a percepção do estresse, e não só o nível de estresse, afetar a saúde.

Se você acha que o estresse está afetando a sua saúde, provavelmente você está certo e essa percepção pode aumentar o risco de doenças cardíacas, de acordo com a conclusão obtida em um estudo recente.

 

Os pesquisadores estudaram 7.268 pessoas de ambos os sexos, com idade média de 50 anos, usando questionários periódicos. Ocorreram 352 ataques cardíacos ou óbitos por doenças coronárias ao longo de 18 anos de estudo.

Os participantes classificaram o impacto do estresse em sua saúde como nenhum, pouco ou muito. Em seguida, os pesquisadores analisaram mais de 20 variáveis, incluindo o próprio estresse, medido através de testes psicológicos. O estudo foi publicado online no periódico The European Heart Journal.

 

Os participantes que afirmaram que o estresse afetava "pouco" ou "muito" sua saúde estavam 49 por cento mais propensos a ter ataques cardíacos ou morrer de doenças cardíacas.

 

Os autores sugerem que a percepção dos efeitos negativos do estresse talvez aumente a pressão arterial ou a frequência cardíaca, ou pode afetar de forma indireta, como por exemplo, levando a um consumo maior de cigarros ou bebidas alcoólicas.

O que fazer em relação a isso? "O primeiro passo é identificar o que está causando o estresse e lidar com o problema, realizando atividades como: esportes, relaxamento e meditação", afirmou o principal autor do estudo, Hermann Nabi, epidemiologista do Inserm, centro de pesquisas em saúde pública da França. "Mas para os casos mais graves é preciso procurar ajuda profissional."



Fonte: Ig


Comente:

Nenhum comentário