Cuidados vasculares e no pé de diabéticos para evitar a amputação




http://www.clinicaecirurgiadope.com.br/ckfinder/images/Pediablesaop.png

Pacientes diabéticos apresentam um excesso de glicose (açúcar) no sangue devido à sua incapacidade de produzir insulina ou de utilizá-la de forma eficiente. A insulina transporta a glicose para as células, que por sua vez transformam glicose em energia. Os diabéticos são suscetíveis a um comprometimento mais significativo da circulação arterial do que os não-diabéticos. As complicações neurovasculares mais frequentes causadas pelo diabetes são listadas a seguir:

  • Obstruções, ou o chamado endurecimento das artérias

  • Retinopatia, ou crescimento anormal dos vasos sanguíneos da retina

  • Nefropatia, doença renal associada com diabetes

  • Neuropatia, doença nos nervos que causa perda de sensibilidade nos pés ou nos dedos dos pés

Fora essas complicações específicas, colesterol alto, hipertensão arterial e doença das coronárias (comprometimento das artérias do coração) também estão frequentemente associadas ao diabetes.

O monitoramento dos níveis de glicose é a melhor maneira de controlar ou evitar o surgimento de problemas vasculares no diabetes. A falta de controle do diabetes e a ausência de hábitos saudáveis pode causar sérios problemas de saúde, como perda de visão, doença renal, derrame, ataque cardíaco ou ferimentos nos pés. Em alguns casos, pode ocorrer morte de tecido (gangrena), que por sua vez pode levar a infecção e consequente amputação.

O descaso com o controle da glicemia é a principal causa de amputação não traumática dos membros inferiores.

Sintomas

Problemas vasculares relacionados ao diabetes podem apresentar os seguintes sintomas:

  • Visão embaralhada

  • Pontos flutuantes na visão, chamados de moscas flutuantes

  • Inchaço da face e dos membros ou aumento de peso repentino

  • Urina turva

  • Ferimentos nos pés

  • Perda de sensibilidade ou sensação de queimação nas mãos ou nos pés

  • Dor nas pernas ao caminhar

  • Pressão alta

  • Dores no peito

Pacientes diabéticos têm um risco maior de desenvolver doenças vasculares, e esse risco aumenta de forma proporcional ao tempo da doença. Outros fatores de risco relacionados são pressão alta, fumo, sedentarismo, sobrepeso e dieta rica em gordura.

A principal forma de evitar as doenças vasculares no diabetes é adotando um estilo de vida saudável. Isso inclui parar de fumar, manter uma dieta saudável e fazer exercícios regularmente. Os níveis de glicose devem ser verificados várias vezes ao longo dia, conforme indicação médica, e os pés devem ser mantidos sempre saudáveis, hidratados e protegidos contra possíveis lesões.

http://www.revistarene.ufc.br/10.2/imagens/10_2_1_q1.jpg

Cuide melhor do seu pé

—Todo diabético deve controlar a glicemia e seguir o tratamento corretamente

— A higiene do pé diabético tem que ser diária, com sabão e água morna a 35º C

— Opte por lixar a unha e evite tirar a cutícula. Se precisar cortá-la, deixe os cantos e faça o corte reto

— Hidrate os pés com cremes, pois a pele do pé diabético tende a ficar seca e rachar

— Use meias de algodão, de preferência de cor clara, para o pé respirar melhor e evitar micose

— O calçado deve ter sola de borracha para deixar o calcanhar do pé estável. Evite sapatos com material de plástico e de pano



Comente:

Nenhum comentário