Companheirismo contra a dor







Um acidente ou mesmo doenças como o diabete podem causar a chamada neuropatia periférica - lesões em nervos que às vezes provocam dores crônicas. O neurocientista Adam Hinzey, da americana Universidade do Estado de Ohio, separou ratos com um quadro similar em duas turmas. Metade convivia com um parceiro, enquanto o restante ficava só.

A solidão promoveu inflamações e uma maior sensibilidade ao toque no segundo grupo", afirma Hinzey. "Já a presença de um companheiro protegeu em parte os outros bichos contra os incômodos", complementa. Embora seja apenas uma hipótese, é possível que uma vida repleta de contatos sociais atenue inclusive outros tipos de dor crônica.




Comente:

Nenhum comentário