Problemas bucais podem indicar diabetes




A visita ao dentista também pode ajudar a detectar a diabetes. Os portadores podem apresentar, entre outros sinais, hálito de acetona, inflamações das gengivas e perda óssea ao redor dos dentes, feridas bucais e boca seca Foto: Shutterstock

Perda de peso, aumento de apetite, urinar e ter sede em excesso são alguns dos sintomas mais comuns da diabetes. O que muita gente não sabe é que a visita ao dentista também pode ajudar a detectar a doença. Diabéticos podem apresentar, entre outros sinais, hálito de "acetona", inflamações das gengivas e perda óssea ao redor dos dentes, feridas bucais e boca seca. 

O cirurgião-dentista Rodrigo Guerreiro Bueno de Moraes, do blog Adoro Sorrir, diz que, ao ficar atento a esses detalhes, é possível avaliar se é necessária uma investigação para confirmar a existência da diabete. 
 
Os portadores da doença têm, aproximadamente, quatro vezes mais chances de ter inflamações das gengivas e de perdas do suporte ósseo dos dentes.  O agravamento desses quadros também pode se relacionar com complicações da diabetes. "Dessa forma, diabéticos devem cuidar rigorosamente da higiene da boca e das visitas regulares ao dentista para evitar complicações", afirma o especialista.
 
Também é preciso saber que a diabetes dificulta o tratamento das doenças periodontais que, ao mesmo tempo, agravam ainda mais a diabetes. Isso mesmo, é uma via de mão dupla em que uma doença pode afetar o curso da outra. Médicos e dentistas estão bastante atentos a esse tema e alertam seus pacientes sobre os tipos de interação entre elas. "Prevenir, especialmente as infecções de boca, é o melhor remédio", diz Rodrigo.  
 
A boa notícia é que é possível restabelecer a saúde bucal depois que as doenças periodontais se instalam. O primeiro passo é se informar sobre a diabetes e, principalmente, como controlá-la. Em seguida, fazer um tratamento bucal sério, além de ter cuidado diário com a boca, conforme a instrução do dentista. Para Rodrigo, a diabete não é mais desculpa para a ter problemas bucais. "Pacientes com bons hábitos de higiene bucal, visitas regulares ao dentista e providos de cuidados no controle do diabete podem ter vida normal e reabilitar-se em termos de qualidade de vida".
 
Cuidados
 
- Rigorosa prática de higiene
- Usar escovas qualificadas: existem escovas recomendadas para diabéticos – no padrão sueco – que já estão disponíveis no mercado nacional
- Usar escovas interdentais, fio dental, limpadores de língua e cremes dentais – de duas a três vezes ao dia 
- Evite a ingestão de açúcar 
- Visitas periódicas ao dentista (preferencialmente a cada 3 a 4 meses)


Comente:

Nenhum comentário