Hipertensão atinge mais mulheres do que homens no Brasil





Um estudo divulgado pelo Ministério da Saúde concluiu que a hipertensão atinge 22,7% da população adulta do Brasil.

No entanto, as que mais sofrem com a doença são as mulheres: 25,4%. Já a pressão alta é registrada em 19,5% dos homens. Caracterizada pelo aumento da pressão nas artérias, a hipertensão pode provocar doenças como acidente vascular cerebral (AVC), insuficiência cardíaca, infartos do miocárdio e até lesões nos rins.

Os que mais colaboram para o seu surgimento são o tabagismo, o consumo exagerado de bebida alcoólica. Para evitar controlar a hipertensão, os médicos aconselham uma dieta equilibrada e a prática de exercícios, principalmente o aeróbico.

Exercícios como a corrida, bicicleta e natação proporcionam benefícios a quem sofre de pressão alta devido ao efeito de diminuir a pressão observada após os exercícios.



Comente:

Nenhum comentário