Dedo em gatilho





Dedo em Gatilho ou Tenossinovite Estenosante é a constrição da bainha tendinosa geralmente associada à superfície áspera do tendão. Resulta na interferência com o deslizamento macio normal do tendão dentro da bainha. Pode-se apresentar como uma dor discreta ao nível da articulação metacarpofalangiana e falange proximal, volarmente, com ou sem fenômeno de gatilho, até a deformidade fixa em flexão (COHEN, 1996).

O dedo em gatilho acomete mais mulheres de meia idade do que homens, e incide preferencialmente na mão dominante e na idade adulta, e não é incomum a associação com outras patologias inflamatórias no membro superior. A etiologia é desconhecida, mas há várias teorias, e a mais aceita é a de microtraumatismos. Todos os dedos podem ser afetados, mas o dedo anular é o mais afetado seguido pelo polegar e médio, indicador, e mínimo, nesta ordem. A maioria dos casos é na mesma mão, mas também é comum afetar ambas.

Diversas condições podem relacionar-se ao dedo em gatilho, entre elas a artrite reumatóide, diabetes, gota, pacientes hemodialisados, tumores de tendão ou sua bainha, configurando os casos de dedos em gatilho secundários.

Os tendões são mantidos no lugar nos ossos por uma série de ligamentos em um arranjo tipo túnel. O engatilhamento é geralmente o resultado de um espessamento no tendão, havendo a formação de um nódulo nele, que se localiza na superfície palmar das articulações metacarpofalangeanas.

A inflamação dos tendões flexores dos dedos pode produzir espessamentos que dificultam o deslizamento deles em suas bainhas. Ocorre nas atividades em que há associação de força com compressão palmar por alicates, tesouras e gatilhos de bombas de gasolina. Pode haver, ainda, espessamento do ligamento-polia. A irritação constante do tendão que desliza repetidamente através da polia faz com que o tendão aumente de volume nesta área criando, assim, o nódulo.
Podem causar o engatilhamento artrite reumatóide, lacerações parciais do tendão, trauma repetido por ferramentas motorizadas com empunhadura de pistola ou longas horas empunhando uma roda de direção. O engatilhamento pode, ainda, ser causado por um defeito congênito que forma um nódulo no tendão. A situação não é usualmente observável até que a criança começa a usar as mãos.

Retirei daqui


Comente:

Nenhum comentário