Hidroterapia na fisioterapia na neurologia





Dentre as diversas especialidades Médicas, a Neurologia é uma área onde a Hidroterapia já é bastante difundida e seus resultados bastante conhecidos. A questão mais frequente é: "quanto a Hidroterapia é apropriada para pacientes com doenças neurológicas?". 
A Hidroterapia é um meio efetivo e prático de reabilitação para aquelas pessoas que sofrem de condições neurológicas. 
Na Europa o uso da Hidroterapia no tratamento de lesões dos neurônios motores superiores e inferiores é muito difundido.

 Vantagens da Hidroterapia em Neurologia: 

Diminuição da descarga de peso; 
Estabilização de articulações; 
Propicia e ortostatismo e marcha; 
Estimula equilíbrio e coordenação; 
Previne contraturas musculares e deformidades; 
Favorece o aumento das amplitudes de movimento direta e indiretamente; 
Promove relaxamento muscular / diminuição do tônus; 
Diminui edemas e favorece o retorno venoso; 
Auxilia a ação de músculos fracos; 
Aumenta a força muscular; 
Propicia trabalho respiratório, aumentando a expansibilidade, favorece a expiração e aumenta a capacidade vital; 
Estimula os movimentos; 
Restabelece e estimula as reações de endireitamento; 
Reeduca os padrões centralizados dos movimentos, que são rotacionais; 
Reeduca os padrões recíprocos de movimento; 
Trabalha padrões funcionais de movimento; 
Aumenta o condicionamento cardiovascular; 
Oferece oportunidade à recreação e socialização.

Contra-indicações da Hidroterapia em Neurologia: 

Fratura de base de crânio;
Incontinência intestinal urinária; 
Pacientes com pressão sanguínea alta, especialmente resultante de TCE; 
Pacientes com aneurisma; 
Pacientes com lesões abertas e drenantes; 
Pacientes com catéteres. 



Comente:

Nenhum comentário