Sindrome do tunel do carpo






A Síndrome do Túnel do Carpo é uma compressão das estruturas nervosas (nervos) ao nível do punho. É a causa mais comum de compressão nervosa associada com as atividades esportivas. Qualquer esporte que envolva movimentos repetidos do punho, ou movimentos de apreensão com a mão, pode ocasionar a Síndrome do Túnel do Carpo. Nota-se uma freqüência maior nos ciclistas, arremessadores e jogadores de tênis. Algumas vezes há relato de queda com a mão aberta ou uma fratura do punho. Pode também estar associada à tendinite dos tendões flexores. É muito comum em pessoas que não são atletas mas que realizam atividades com movimentos repetitivos da mão e do punho, como digitadores de computador, secretárias, lavadeiras, etc.

Os sintomas mais comuns são, dor ao nível da mão e do punho e alterações da sensibilidade (formigamento) nos dedos polegar, indicador e médio. A dor, geralmente, piora à noite e algumas vezes pode irradiar para o ombro. Com o passar do tempo o paciente vai diminuindo a força no punho e nos dedos da mão, e, nos estágios finais, apresenta atrofia da musculatura da mão junto ao dedo polegar. Durante o exame, alguns testes especiais ajudam a confirmar o diagnóstico. Os exames de raio X tem pouca utilidade, só esclarecendo doenças associadas. A ressonância magnética e a tomografia computadorizada ajudam no diagnóstico, porém o melhor exame complementar para a Síndrome do Túnel do Carpo é a eletroneuromiografia, que é um exame em que se estimulam os nervos com impulsos elétricos, e então nota-se se eles estão anormais.

O tratamento pode ser conservador ou cirúrgico dependendo de vários fatores como, atividade profissional, tipo de esporte, mão dominante e gravidade dos sintomas. De uma maneira geral o tratamento conservador consiste em analgésicos, restrição da atividade causadora e imobilização do punho em discreta extensão. A infiltração local, no túnel do carpo, pode ser de alguma ajuda em casos específicos. Se os sintomas persistirem ou continuarem a piorar após 8 a 12 semanas de tratamento conservador, então o tratamento cirúrgico está indicado, com a abertura do túnel do carpo. O retorno às atividades esportivas é feito de acordo com a remissão dos sintomas e não é incomum que esses sintomas permaneçam por até um ano após a liberação cirúrgica. 


Comente:

Nenhum comentário