As cores no Feng Shui





Aplicação de cores com Ba-guá

O ba-guá é uma figura de oito lados que correspondem às áreas mais importantes da vida. O esquema propõe ativar cada área com o auxílio da cor.

Funciona assim: trace uma planta da casa e coloque o ba-guá sobre ela, alinhando o lado do trabalho com a porta de entrada. Cada ambiente estará ligado a uma área, e desta forma, escolha as cores para a decoração. Se preferir, você pode aplicar o ba-guá em um dos ambientes, somente.

Cores no Feng shui

Prosperidade: esta área governa o dinheiro, mas também está relacionada com tudo que torna a vida mais rica. Para ativar esta área, estimule a entrada do ch'i aumentando a quantidade de luz na área, colocando um espelho, um lustre, cristais suspensos ou objetos de metal. Um aquário ou uma pequena fonte funcionam muito bem.
Cores: verde, vermelho, lilás e azul.

Sucesso: representa sua posição social na comunidade, suas aspirações e sonhos. Saliente suas qualidades expondo nesta área fotos, diplomas e objetos que sejam atrativos. Um espelho redondo pode ajudar bastante o fluxo de ch'i.
Cores: vermelho, verde e amarelo.

Relacionamentos: está especificamente relacionada com os relacionamentos mais próximos, seja ele efetivo ou profissional. Disponha sobre os móveis fotos e objetos que considere românticos, principalmente em pares.
Cores: vermelho, rosa e branco.

Criatividade: está relacionada aos filhos, mas também ao desenvolvimento criativo. É um ótimo local para expor fotos dos filhos, ou trabalhos manuais que eles fizeram. Reserve este espaço para a escrivaninha, e ative seu potencial de criação em qualquer área de interesse.
Cores: branco e dourado.

Amigos: está relacionada com as pessoas que podem ajudar você. Use cristais, monte um painel com fotos de suas amizades, coloque objetos relacionados à sua filosofia de vida para estimular a entrada do ch'i nesta área.
Cores: branco e preto.

Trabalho: se sua intenção é progredir profissionalmente, ative esta área. É um bom local para colocar o computador, o aparelho de fax ou mesmo o telefone. Decore com um espelho ou um abajur bonito, que ilumine o espaço e faça a energia circular.
Cores: preto, branco e verde.

Espiritualidade: é a área que representa o aprendizado e o contato com o divino. É o local ideal para colocar uma estante de livros ou dispor o escritório. Objetos de vidro ou cristais podem servir para aproximá-lo do seu eu espiritual.
Cores: preto, verde e azul.

Família: inclui todas as pessoas de quem você ama. Objetos herdados que sejam atraentes, uma Bíblia, diplomas da família contribuem para um sentimento de continuidade. Como esta área está também relacionada à saúde, para ativá-la utilize cristais e aumente a iluminação.
Cores: verde, vermelho e azul.

Significado das cores no Feng Shui

VERMELHO: é a cor da felicidade, do calor do fogo, da força e da fama. As noivas chinesas usam trajes vermelhos, e o pai de um filho recém-nascido distribui ovos vermelhos. Está associado à fonte de energia do universo, é estimulante e utilizado para canalizar e reter o ch'i.

PÚRPURA: como se trata de um vermelho profundo, alguns estudiosos dizem que traz mais sorte que o original. Inspira respeito, e o ch'i está associado à alta nobreza, ao indivíduo poderoso, rico e afortunado.

AMARELO: o amarelo ou dourado representa poder, dá senso de tolerância, paciência e sabedoria obtida através da experiência.

VERDE: representa tranqüilidade, esperança e frescor. É a cor do elemento vital madeira, e simboliza a natureza. Indica o ch'i da terra saudável.

AZUL: é uma cor associada com a madeira, e portanto pode simbolizar crescimento e esperança. Por outro lado, para os chineses é a cor fria e secundária da lamentação, e os projetistas evitam a cor nas construções.

AZUL-ESVERDEADO: está muito mais próximo das cores da natureza do que o próprio azul e, em geral, representa os anos verdes da juventude.

PRETO: do lado positivo, o preto dá uma sensação de profundidade, transformando o ambiente em um espaço de contemplação. Negativamente, significa falta de esperança e faz com que nos sintamos abatidos e deprimidos.

CINZA: é mais uma cor com significados opostos. Alguns o vêem como um dia nublado e sombrio, e associa-se à frustração e falta de esperança. Entretanto, pode ser considerado o casamento de opostos: preto e branco - neste caso significa equilíbrio e solução de conflitos.

MARROM: simboliza a profundeza e as raízes da madeira. Dá a sensação de peso, mas pode ser utilizada para sugerir estabilidade. Pessoas idosas tendem a gostar desta cor, pois o marrom é sóbrio e elegante. Podemos nos lembrar de passagem do tempo, pois nos remete ao outono, quando as folhas ficam marrons e caem.

MARROM-AMARELADO: representa um novo começo bem sucedido. Após tudo parecer sem esperanças, surgem novas possibilidades.

LARANJA: por ser uma mistura de vermelho e amarelo, empresta as características destas cores - felicidade e poder.

ROSA: representa o amor e os sentimentos puros, alegria, felicidade e romance.

PÊSSEGO: é uma cor de duplo significado, e representa amor e atração. É uma cor favorável para pessoas solteiras, mas destrutiva para os casais. O solteiro influenciado por esta cor é sociável, faz muitos amigos e possui muitos admiradores. Para os casados, leva ao adultério.

Fonte: www.tintascoral.com.br

Cores no Feng Shui

As cores no lar

Os efeitos poderosos das crês são conhecidos há milhares de anos. Seres humanos primitivos utilizavam as cores para se proteger do mal e aumentar a sorte e a virilidade. Os antigos chineses usavam as cores como símbolos e para representar a estações. O verde simboliza a madeira, e representa a primavera. O vermelho simboliza o fogo e representa o verão. O amarelo e o laranja representam o sol lançando seus raios cálidos sobre a Terra, eles representam o fim do verão. O branco simboliza o metal, e representa também o outono. O azul simboliza a água e o inverno.

As cores exercem sobre nó efeitos positivos ou negativos. Faber Birren psicólogo especializado em cores, relata que pessoas normais tendem a apontar qualidades favoráveis nas diferentes cores, mas os neuróticos são mais propensos a notar o que é desfavorável.

Todos nos reagimos à cor, quer estejamos conscientes disso ou não. Imagine dormir num quarto vermelho sangue ou cozinhar uma refeição em uma cozinha preta como piche. As cores conferem um certo clima ao aposento. Algumas cores nos estimulam, outras nos irritam, enquanto outras nos aclamam. Fez-se uma experiência interessante há alguns anos, quando prisioneiros foram colocados e, ,celas pintadas de rosa. Essa cor exauriu a agressão dos internos, e eles se tornaram prisioneiros modelo. Como essa experiência mostra, a cor pode causar efeitos radicais, por isso, precisamos ter cuidado ao escolher e utilizar as cores.

No feng shui, as cores controlam a quantidade de luz e a refletem. A combinação de cor e luz deve proporcionar as melhores condições possíveis para se viver, é melhor escolher seu esquema de cores nos próprios aposentos, já que o tom das cores costuma mudar quando visto sob uma luz diferente. As luzes quentes, por exemplo, fazem com que as cores quentes fiquem ainda mais quentes, enquanto que com as luzes frias acontece o oposto.

Convém, naturalmente, que você tenha na sua casa as cores que se relacionam com o seu elemento e com o das pessoas que moram com você. No entanto, você também deve ter uma variedade de outras cores, simplesmente pelo fato de gostar delas. Cuidado, porém com as cores que se opõem uma às outras. Por exemplo, muito vermelho não seria uma boa escolha se você pertence ao elemento água, pois fogo e água não se harmonizam.

Fonte: www11.estrelaguia.com.br

Cores no Feng Shui

Na tradução do chinês, Feng significa vento ou ar; Shui significa água. O vento representa e energia invisível mas que se pode sentir e não pode ser detido; a água é a energia visível que se pode direcionar. O principal objetivo do feng shui é promover a boa circulação de uma energia denominada chi, que permeia tudo o que vive no universo. O Chi é considerado a força vital que está presente em todos os elementos da natureza. Dessa forma, o "vento e água" são as correntes que fazem circular o Chi, estimulando as energias positivas e melhorando a sua vida.
O projeto arquitetônico e de interiores pode ser concebido seguindo princípios do Feng shui ou então aplica-se a correção dos diversos setores de uma edificação. Para isso é preciso que contratemos um profissional consultor de Feng shui ou que façamos diversas leituras de livros que possam nos orientar nesse sentido. Ao fim dessa matéria, faremos algumas sugestões para você iniciar a leitura nesse universo tão fascinante e que tem conquistado profissionais dos mais variados segmentos.

Algumas pessoas acham que há confusão nas orientações dessa técnica, mas isso se dá porque alguns autores fazem a tradução direta do baguá e não consideram que este não passa de uma espécie de bússola e como tal, funciona em relação aos pontos cardeais do globo terrestre. Dessa forma, não fazem as devidas correções para o hemisfério sul, o que seria perfeitamente natural já que estamos lidando com a Terra e seus hemisférios conduzem as energias em sentidos opostos: horário para o norte e anti-horário para o sul. Isso acontece até porque a maioria dos livros no tema, são traduzidos direto de autores que os escreveram para os países no hemisfério Norte.

O Feng Shui deve ser estudado de modo diferente nos dois hemisférios do planeta, já que muitas situações se espelham em relação a linha do Equador. A correção dos fatores negativos também será mais precisa, se forem levadas em consideração a data, local e hora do nascimento da pessoa que habita ou utiliza o espaço que será tratado. Desse modo até o Baguá, que é utilizado a fim de setorizar os diversos ambientes de uma construção, deve ser aplicado de modo invertido ao que ocorre no hemisfério Norte.

Baguá espelhado para o hemisfério Sul.
Baguá espelhado para o hemisfério Sul.

Um exemplo dessa inversão é a posição LI do fogo, que no hemisfério norte ocupa a situação sul que é o local mais ensolarado por lá, já que o sol nasce a leste e morre a oeste, inclinando-se durante sua trajetória para sul. Mas aqui no hemisfério sul a situação se dá ao contrário, pois o sol nasce também a leste e morre a oeste mas inclina-se para o norte, onde temos o local mais ensolarado e repleto das energias Yang que caracterizam o calor. Portanto, para o hemisfério sul, a posição LI do baguá é a norte e não sul. .

Bússola

A forma mais precisa de se posicionar o baguá em cada ambiente é setorizando em função dos pontos cardeais da casa. Para o posicionamento mais preciso do baguá, o ideal é o uso de uma bússola e o estudo deve ser feito com base na planta baixa da edificação. Assim, o baguá poderá ser colocado no centro da planta de modo que o seu norte coincida com o norte da casa. Você poderá então ativar o aspecto que estiver em maior prioridade naquele momento, providenciando as devidas correções para o Trabalho e carreira, ou casamento e relacionamento familiar, e assim por diante.

Através do Feng Shui, é possível determinar a organização espacial e a decoração mais favoráveis para um ambiente, de forma a garantir que a energia vital ou "Chi" seja a melhor possível, além de favorável em vários aspectos, para seus habitantes.

Os fundamentos do Feng Shui são os conceitos do "Chi", a energia vital; o Yin e Yang, os opostos complementares; os Cinco Elementos ou as cinco fases da energia;

o I Ching, o livro principal de toda a sabedoria chinesa e o Ba Guá, o octógono com os oito trigramas onde todos esses conceitos são sintetizados e relacionados entre si.

A busca constante do Feng shui é obter o equilíbrio entre duas energias antagônicas mas que se complementam na obtenção do equilíbrio. Uma necessita da outra para que o equilíbrio seja possível.

Ying - Escuridão e repouso; frio e sombra.

Yang - Claridade e ação; calor e luz.

No próprio símbolo do Feng shui, essa noção de complemento é visível. Veja que a parte escura se encaixa nas curvas do branco e ambos formam o círculo, puro e perfeito. A verdadeira representação do equilíbrio. Dentro da forma branca (Yang) está um pequeno círculo preto (Ying) e vice-versa, para que a noção de complementaridade seja reforçada.

Assim como os antigos médicos chineses levavam em consideração os diversos elementos naturais e sua atuação sobre o organismo humano, o adepto de feng shui deve observar a disposição harmoniosa dos elementos, ordenar os espaços, selecionar os materiais mais adequados a cada local, atentando para a direção correta e o uso simbólico das cores em cada situação. Assim, o equilíbrio Ying/Yang será obtido, anulando os efeitos negativos antes existentes na edificação.

Veja abaixo, o quadro dos elementos para o hemisfério Sul:

Elemento Posição Cor Estação Age sobre o Essência
Água
(Kan)
Sul Preto/azul Outono Rins Ying
Fogo
(Li)
Norte Vermelhos
/Laranjas
Verão Coração Yang
Madeira
(Chen)
Leste Verdes/
Marrons
Primavera Fígado
Yang
Madeira
(Sun)
Nordeste Verdes Primavera Fígado Yang
Metal
(Tui)
Oeste Branco/
prata/
ouro
Inverno Vesícula Ying
Metal
(C'hien)
Sudoeste Branco/
prata/
ouro
Inverno Vesícula Ying
Terra/
montanha
(Ken)
Sudeste Beges/
marrons
Fusão/
alternância
Pulmões Ying/
Yang
Terra
(Kun)
Noroeste Beges/
amarelos
Fusão/
alternância
Pulmões Ying
/Yang

O posicionamento do baguá pode ser feito em relação a edificação como um todo, ou de ambiente em ambiente. O ideal é que seja direcionado de acordo com os pontos cardeais do local. Dessa forma, iremos fazer coincidir o sul do baguá com o sul da planta da casa e assim por diante.
Exemplos de materiais relacionados aos cinco elementos:

Madeira

Utilização de lambris e painéis nas paredes, mobiliário em madeira aparente, fibras naturais como rattan, junco e cana da índia, assoalho sem tábua corrida ou tacos e utilização de plantas que crescem verticalmente para cima, simulando o desenvolvendo de uma árvore.

Fogo: representado pelo uso das cores provenientes do vermelho em tons mais escuros como o vinho e o pink, e também pelo laranja, pelas formas angulares e recortadas, pelas cortinas com bandôs retorcidos em cores quentes e pelos tapetes e acessórios vermelhos.

Terra

Simbolizada pelos tons terrosos do marrom até o bege, o revestimento de piso deve ser em lajotas de cerâmica mais natural ou rústica, ou em pedras como a ardósia, por exemplo. Vasos em terracota, paredes ou pisos em tijolos aparentes ou pedras e plantas que crescem para os lados, alastrando-se em uma simulação da própria terra, do chão.

Metal

Representado pelo branco, cinza, prata e ouro; pelos pisos em granito polido; móveis em aço escovado, alumínio ou cromados; estofamentos brancos e tapetes e almofadas redondos.

Água

Identificada na cor azul-marinho ou no preto; na presença física da água, como vistas para o mar ou lago, piscina, fontes, aquários, cascatas, etc; nas arcadas ou janelas em arcos e nos móveis e paredes em vidro.

Fonte: www.casaecia.arq.br

Cores no feng shui

A energia do Feng Shui dita as regras da decoração

O Feng Shui (pronuncia-se fong shuei) é uma antiga filosofia de 4.000 anos na China e, apesar de ter sido "descoberto" pelo grande público no Brasil há poucos anos, muita gente está questionando a estética pela estética e optando por dar um toque mais holístico nas decorações de casas, apartamentos, escritórios e empresas. A técnica chinesa se populariza e já faz parte de modernos projetos de decoração de ambientes.

Esta sabedoria milenar despontou como um dos sucessos editoriais no Brasil há alguns anos. O mercado de livros e revistas já conta com vários títulos. Alguns estudiosos e consultores em Feng Shui afirmam que esta filosofia, que trata da energia existente em todo o mundo físico e dita os princípios da harmonização dos ambientes através da "canalização" adequada desta energia, já está, hoje, presente em muitos ambientes domésticos e de trabalho.

A designer Maitê Orsi, da All Design de Ribeirão Preto, consultora de Feng Shui, já desenvolveu vários projetos em Ribeirão Preto, de quartos de bebês que ainda vão chegar, até apartamentos inteirinhos e mesmo escritórios e empresas, inclusive franquias. E a busca não é apenas das mulheres, não. Empresários e executivos também querem utilizar da melhor maneira possível as energias que os chineses estudam há milênios.

Um grande escritório de advocacia em Ribeirão Preto e São José dos Campos fez uma verdadeira revolução interna em cores, móveis, objetos e mesmo distribuição de espaços para adaptar o ambiente ao Feng Shui. Todos os objetos de decoração, incluindo porta-retratos, quadros, porta-canetas de mesa, cores de paredes, iluminação, tapetes etc. foram cuidadosamente escolhidos pela consultora. Móveis também foram cuidadosamente desenhados.

Um casal de noivos entregou todo o projeto de decoração do apartamento, onde foram morar após o casamento, à consultora Maitê Orsi. Ela trabalhou todas as áreas da casa sob os princípios da filosofia chinesa. A ambientação do apartamento começa pelo corredor de entrada, onde predomina a cor azul e formas orgânicas com gesso no teto com o objetivo de dar leveza e permitir a diminuição da tensão para quem chega do trabalho ou mesmo para acolher as visitas. Um espelho e um cabide de apoio para guardar pequenos objetos têm como função receber bem quem chega.

Ba-guá/ Bússola/Influencias do Universo

Para obter-se a harmonia dos vários ambientes de uma residência, os chineses utilizam o ba-guá, de acordo com o tipo de estudo que se faça, e também a bússola, como indicadores para aplicação correta dos princípios do feng shui. O Baguá é uma figura de oito lados, que representa os principais campos de vivência do homem que devem ser respeitados em sua casa. São eles: trabalho, espiritualidade, saúde, prosperidade, sucesso, relacionamentos, criatividade e amigos.

As funções das cores

Laranja

É a cor que nos torna mais expressivos e expansivos; representa a vitalidade. Esta cor cria o clima de aconchego, calor humano, desperta o apetite através de seu estímulo. Seu excesso pode levar à prepotência ou melancolia. No Feng-shui representa felicidade e poder e é a cor do elemento terra.

Violeta

Resulta da mistura entre o vermelho e o azul e estimula a criatividade, devoção. É uma cor que representa sofisticação e luxo. No esoterismo é tida como poderosa transmutadora de energia, limpando o ambiente de energias nocivas. Seu excesso cria autoritarismo e falta de persistência.

Preto

Cor que representa a afirmação do poder, também pode nos tornar prepotentes. Como o preto é a ausência de luz, na decoração deve ser pouco usado pois nós precisamos de luz para viver. No Feng-shui é cor do elemento água.

Azul

Cor que acalma, seda a agitação; sua intensidade determina da calma à letargia, ou até profunda introspecção.

Verde

É a serenidade ativa. Quando se descansa a visão, a mente, é o verde que nos reabastece; sua intensidade pode determinar tanto o suave descanso, como comportamentos intransigentes.

Vermelho

É a cor do dinamismo, da vida, da energia...seu excesso pode trazer irritação e agressividade, em mistura com o branco, obtemos o rosa que representa afeto.

Existem as cores-pigmento primárias e secundárias podendo-se criar um numero infinito de combinações. Como o universo da cor é imenso, deve-se ter em mente o equilíbrio no uso das cores e sempre utilizar de suas cores complementares para criar equilíbrio. Lembre-se que o branco, embora sendo a síntese associativa de todas as cores (luz), conduz à apatia em uso excessivo.

"As cores nos comunicam emoções e tocam profundamente em nossa psique, por isto vale a pena conviver num contexto de cores da preferência e harmoniosamente colocadas, para celebrarmos a felicidade. Elas verdadeiramente são para os olhos como a música é para nossos ouvidos", explica Maitê.

Cores complementares:

Vermelho – Verde

Azul – Laranja

Amarelo – Violeta

Elas devem ser usadas sempre elegendo uma como a principal e a outra em tons claros para não carregar o ambiente. Lembrando sempre que cor é alimento emocional, na escolha certa ela energiza o ser humano, anima, torna-o cheiosde humor.

Fonte: www.ondeir.rec.br




Comente:

Nenhum comentário